terça-feira, 22 de março de 2016

Despedida da Corveta "Barroso" do Líbano

 


Palavras do Almirante Bento durante a cerimônia de despedida da Corveta "Barroso" do Líbano


Às 17h do dia 16 de março, a Corveta "Barroso" despediu-se do Líbano, iniciando sua derrota de regresso ao Rio de Janeiro.

Após cumprir sua missão e deixar um legado para a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano, de mais de 100 dias de mar e 23 Operações de Interdição na Área de Operações Marítima, o navio iniciou o retorno à nossa Esquadra.

Destaca-se, ainda, o eficaz salvamento dos refugiados náufragos, que se encontravam no Mar Mediterrâneo, no dia 4 de setembro de 2015, com grande reconhecimento da comunidade internacional e da sociedade brasileira.

Tripulação da Corveta "Barroso" durante a cerimônia de sua despedida do Líbano

Nas suas palavras de despedida, o Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Bento, que estava presente no evento, destacou que: "Um sentimento de orgulho palpitou não só nos corações dos nossos marinheiros e fuzileiros, mas, também, nos corações de todos os brasileiros, pois, naquele resgate, todos os tripulantes mostraram, ao mundo, a vertente solidária e de acolhimento do povo brasileiro e as nossas altivas tradições navais. A eleição do comandante do navio, representando toda sua tripulação, como vencedor do “Prêmio Faz Diferença 2015”, na categoria mundo, consubstancia uma demonstração inequívoca desse orgulho nacional".

Nenhum comentário:
Write comentários